BMW sem pressa em ter Série 1 Sedan na Europa

Atualmente disponível apenas na China, esta berlina de tração dianteira só deverá ser global, a partir da próxima geração...

BMW lançou na China há poucos meses o primeiro Série 1 de tração dianteira, feito com base na nova plataforma UKL1 (a mesma do Série 2 Active Tourer, por exemplo). Contudo, de acordo com a Autocar, a marca bávara vai esperar até ao lançamento global da nova geração do Série 1 (prevista para 2019), já como recurso à referida plataforma, para introduzir o Série 1 Sedan (na imagem) na Europa. Uma fonte da BMW diz que, “apesar de os sinais iniciais serem bastante positivos” no mercado chinês – onde é produzido através de uma joint-venture com a Brilliance -, “não está previsto que esta derivação venha a ser lançada nos próximos tempos fora da China”, onde este formato de carroçaria possui maior expressão.

Isto significa que o Série 1 de três volumes europeu, um potencial concorrente do Audi A3 Limousine e do Mercedes-Benz Classe A Sedan (a lançar em 2018), poderá apenas avançar em 2021. A mesma fonte diz que a BMW não quer canibalizar o Série 3 e que aconteça como na Audi em que o A3 Limousine roubou alguns clientes do A4.

Existe ainda uma hipótese, talvez mais remota, é tornar o Série 1 Sedan num modelo de tração traseira na Europa, na pele de um Série 2 GranCoupé.

1