Musk Rompe com Trump.

Os EUA saíram do Acordo de Paris sobre as alterações climáticas e CEO da Tesla cumpriu a promessa, abandonando o seu conselho consultivo...

Elon Musk cumpriu o prometido e abandonou o conselho consultivo do governo dos EUA, liderado por Donald Trump. A decisão do CEO da Tesla surgiu na sequência da saída dos EUA do Acordo de Paris, sobre as alterações climáticas. Recorde-se que Musk tinha sido nomeado há apenas alguns meses.

Por diversas ocasiões, Musk tem defendido que as alterações climáticas derivadas das emissões de CO2 são um problema real, defendendo a energia solar como uma alternativa sustentável. O homem forte da Tesla disse através da sua conta no Twitter que esta decisão do executivo americano prejudica o país e o mundo. O governo de Trump parece mais interessado em aliviar a pressão ambiental sobre os combustíveis fósseis.

Criado em 2015, o acordo COP 21 da ONU prevê que os países membros reduzam o ritmo das emissões de CO2 de modo a que o aquecimento global fique abaixo de 2 graus, procurando limitar-se a 1,5 graus. A saída dos EUA do Acordo de Paris demorará ainda quatro anos.

1